Organização escolar, palpites, vamos a ver se aumentando à dose…

 

…gostei da versão do Miguel, até porque, como se vem discutindo, há sérias dúvidas que seja  uma questão de encher mais o prato, sem mexer primeiro em currículos, formação, recursos, etc.

Mas como era preciso fazer algo, e depressa, siga, esta, avulsamente, era simples. Misturada com os exames e com o pai-os-pais, veremos o que estamos a fazer daqui a um ano, ou mesmo antes.

 Há qualquer coisa de behaviourista nesta lógica de  “enfardá-los” mais vai resultar. 

Os meus vários anos de matemática no 3º ciclo, dizem que não faz sentido. A não ser que seja mesmo para contemplar que temos de lhes” dar” o que não querem fazer em casa…, vulgo, temos de dar a comida e digestão, leia-se, o trabalho que deveria ser de cada aluno, em continuidade e reforço, vai logo feito.

E não entro pelos interesses corporativos dos departamentos e grupos disciplinares, que, já animados pela ADD-que-o-não-é, terão aqui a hipótese de liquidar o que resta do ambiente respirável das escolas, para decidir quantas horas são de quem, nesta altura, repito.

Enfim, a matemática e o português ficarão de fora, dado que está estipulado na matriz, servirão só para lhes roer e ladrar às  canelas.

Cada vez mais, este fim de ano e o início do próximo terão tal como nome, dado que a sensação é de que já estou mesmo no próximo, estourada deste.

Anúncios

~ por mariazeca em Julho 17, 2011.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: