Gosto, especialmente, da parte em que se consideram os directores incapazes, ou obrigatoriamente obedientes???…

 

Dezenas de milhar de professores

e educadores já

reclamaram em todo o país

sobre o roubo no seu salário

Os professores e educadores estão a reclamar em grande número do corte salarial que o governo impôs ao seu salário. Considerando esse corte como um verdadeiro roubo, os docentes estão a aderir em massa à iniciativa de reclamação que a FENPROF lançou, como se provou pelas inúmeras escolas em que, durante o dia de hoje, os professores se juntaram para reclamarem juntos. Mas o prazo de reclamação não termina hoje, pelo que, nos próximos dias, as minutas divulgadas no site da FENPROF poderão continuar a ser utilizadas pelos professores que ainda não o tenham feito.

Da parte do Ministério da Educação, ao mesmo tempo que os professores reclamavam, chegava um e-mail às escolas, assinado pela directora de serviços jurídicos da DGRHE, informando que as respostas às reclamações apresentadas “têm de seguir o modelo que existe para o efeito”. Conclui a informação da DGRHE que “Assim, caso receba alguma reclamação deve solicitar-nos a minuta para poder responder, usando o seguinte endereço: reclamacao.escolas@dgrhe.min-edu.pt.”

Aguarda-se agora o despacho que recairá sobre as reclamações para poder avançar com acções em tribunal, contestando um corte salarial que, para além de injusto, se considera inconstitucional.

O Secretariado Nacional da FENPROF

Anúncios

~ por mariazeca em Janeiro 25, 2011.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: